Rua Barbosa, 355, São Salvador - Belo Horizonte, Brasil

+55 31 3477-6087 kolpingminasgerais@gmail.com

História do Movimento

Primeira casa Kolping dos meados do século XVIII e XIX

Atualmente, a Kolping está presente em mais de 60 países e conta com 450 mil associados

A Obra Kolping foi fundada no dia 6 de maio de 1849, em Colônia, Alemanha, pelo Beato Adolfo Kolping. Na época, com apenas sete jovens, era chamada “Associação de Jovens Aprendizes”. Desde a sua fundação, Adolfo Kolping lutou pela expansão da Obra, de forma que, assim que faleceu, em 1865, já existiam 418 associações pelo mundo.

No Brasil

Alguns dos dirigentes e colaboradores que formam parte da história da Obra Kolping do Brasil (Fonte: OKB)

Após a Primeira Guerra Mundial (1914-1918), imigrantes europeus trouxeram o ideal Kolping para a América Latina. Na Argentina, na cidade de Buenos Aires, em 9 de maio de 1923, formou-se o primeiro grupo que se orientou no ideal de Adolfo Kolping.

A primeira Comunidade Kolping é fundada no Brasil no dia 22 de junho de 1923, em São Paulo, e chamada Associação Católica Kolping. Outras Comunidades Kolping surgiram no país, ainda antes da eclosão da Segunda Guerra Mundial (1939-1945). Em 1972, foi fundada uma Federação Nacional, o ínicio da Obra Kolping do Brasil. Em novembro do ano de 1973, foi realizada a Assembleia Geral que vinha eleger a sua primeira Diretoria, sendo eleitos: Padre Luciano Grilli (Presidente), Padre Paulo Link (Assistente Eclesiástico) e Padre Justino (Coordenador Nacional).

A Obra Kolping do Brasil está presente em 19 estados mais o Distrito Federal e possui cerca de 7.700 associados atuantes em 213 comunidades. Acesse o site aqui.

Atuação no mundo

A entidade internacional reúne a Sociedade Kolping, com seus milhares de associados; a Fundação Internacional Adolfo Kolping, que garante a existência da sociedade e promove reuniões internacionais; além da Ajuda Social ao Desenvolvimento da Sociedade Kolping, que luta contra a pobreza pelo fortalecimento dos indivíduos para que eles possam mudar suas realidades por suas próprias forças.

Com sede em Colônia, na Alemanha, a Kolping Internacional promove projetos na África, Ásia, América Latina e Europa.

Na América Latina, o enfoque da Kolping é a formação e aperfeiçoamento crianças, jovens e adultos. No Brasil e na Colômbia há oferta de serviços para toda a família. O desenvolvimento rural também é importante: projetos de cisternas e ajudas no cultivo dos campos são elementos importantes do trabalho da Kolping. Há ainda centros médicos para a população pobre na Bolívia e oferta de microcrédito para empreendedores na Argentina.

Já na África, o enfoque do trabalho é o desenvolvimento rural, por meio de projetos de cisternas e melhorar os métodos de cultivo, como em Uganda e na Tanzânia, além da formação profissional. Em muitos países africanos, a Kolping oferta cursos de formação e qualificação e microcréditos, que possibilita que as pessoas iniciem e gerenciam suas próprias empresas.

Na Ásia, o enfoque do trabalho é a formação profissional e o aperfeiçoamento de medidas geradoras de emprego. A partir de microcrédiso, se apoia empreendores menores, como ocorre na Índia. A Kolping também promove formação profissional especialmente voltada para meninas e mulheres, como nas Filipinas, já que elas são frequentemente excluídas da formação profissional.

Na Europa, continente berço da Kolping, os objetivos são a formação profissional, capacitação, fortalecimento da sociedade civil e desenvolvimento democrático pela capacitação sociopolítica dos membros da Kolping, em especial, voltado para grupos desfavorecidos.

Saiba mais sobre a atuação internacional da Sociedade Kolping pelo site da entidade (em inglês ou espanhol): http://kolping.net/

  • Atuação da Sociedade Kolping na Ásia
  • Atuação da Sociedade Kolping na África
  • Atuação da Sociedade Kolping na África
  • Atuação da Sociedade Kolping na Índia
  • Atuação da Sociedade Kolping na América Latina
  • Atuação da Sociedade Kolping na Ásia
  • Atuação da Sociedade Kolping na África