Rua Barbosa, 355, São Salvador - Belo Horizonte, Brasil

+55 31 3477-6087 kolpingminasgerais@gmail.com

Alunos do Coletivo Jovem participam de oficinas de Iniciação Profissional da Fundação CDL

Apesar da lei 10.097 prever que empresas de médio e grande porte ofertem parte das vagas para jovens de 14 a 24 anos na modalidade de Jovem Aprendiz, muitos deles têm dificuldade de ingressar no mercado de trabalho. Uma das razões é a falta de afinidade com o ambiente empresarial e das habilidades exigidas, como o bom relacionamento interpessoal, profissionalismo e capacidade crítica. Para preencher essa lacuna, a Fundação CDL Pró-Criança promove oficinas de Iniciação Profissional para jovens de 15 a 20 anos em Belo Horizonte. Os alunos que se destacam na capacitação ainda podem ser encaminhados para vagas abertas em mais de 500 empresas parceiras.

Durante a semana de 5 a 9 de junho, foi a vez dos alunos do Coletivo Jovem da Kolping de Minas Gerais, em Belo Horizonte, participarem dessa capacitação. Com aulas práticas e dinâmicas, cerca de 20 alunos estão participando do processo e vêem na oportunidade a chance que faltava para o primeiro emprego. Vale lembrar que o Coletivo Jovem é uma formação de desenvolvimento profissional gratuita, que ocorre em parceria com o Instituto Coca-Cola desde o ano de 2013.

Para a aluna do Coletivo Jovem da Kolping, Marina Aparecida, de 17 anos, o aprendizado é muito válido. “Aprender como se portar dentro de uma empresa, cumprir prazos, ser profissional e tudo mais que estamos vendo é muito bom porque vai ajudar a gente no futuro. Nunca trabalhei formalmente, mas faço cursos, como o Coletivo Jovem e um de Telemarketing e Vendas. Quando  a gente quer uma coisa, tem que buscar e se qualificar.”

Já para o aluno do Coletivo, Rafael de Souza, de 18 anos, a capacitação é umas primeiras experiências de qualificação que teve em Belo Horizonte: “Eu formei ano passado no interior de Minas, em Água Boa, na região do Vale do Rio Doce. Vim para Belo Horizonte esse ano e é o primeiro processo que participo. Estou com muita expectativa em passar nas oficinas da Fundação CDL.”

De acordo com a psicóloga e analista de treinamento e desenvolvimento da Fundação CDL Pró-Criança, Sandra Maria Batista, a parceria com o Coletivo Jovem e os seus vários núcleos pela cidade está sendo frutífera. “A parceria surgiu em 2015 com o Coletivo Jovem, do Instituto Coca-Cola, já que o curso dialoga com o nosso objetivo que é o de empregar jovens. O Coletivo respondeu a nossa demanda de encontrar candidatos de outras regiões. Tenho visto que muitos candidatos que participam através do Coletivo são encaminhados porque realmente têm uma preparação melhor. Isso facilita o desempenho deles nas oficinas e o destaque deles nas empresas. É uma parceria que temos interesse em dar continuidade porque realmente está sendo bem produtiva”, avalia Sandra.

Toda a carga horária do curso é ministrada por profissionais da Fundação CDL Pró-Criança, a organização de responsabilidade social da CDL BH, a Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte. As oficinas são parte do Programa Educação e Trabalho da fundação. Quando aprovados ao final das oficinas, os jovens têm a possibilidade de serem inseridos nas empresas e recebem formação técnico-profissional tanto na fundação quanto na empresa em que foi admitido. O jovem que for reprovado ao final das oficinas introdutórias pode tentar nova prova dentro de seis meses. Para mais informações sobre as oficinas de Iniciação Profissional da Fundação CDL visite o site http://www.fundacaocdl-bh.org.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *